quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Qual é o carro mais rápido do mundo?

Segundo especialistas o carro mais rápido do mundo até então era o Bugatti Veyron 16.4 Super Sport. Nos testes realizados em 03 de julho de 2.010 na Alemanha o possante registrou 431,072 km/h e  a sua velocidade foi certificada para entrar no livro dos recordes (Guiness Book).

Para validar o registro o carro teve que fazer duas passagens, uma na direção oposta. Na primeira passagem a velocidade foi de 427,933 km/h, enquanto a segunda passagem registrou 434,211 km/h.

O Bugatti Veyron 16.4 Super Sport é a versão mais veloz do Veyron, com seu super motor 8.0 W16 tetraturbo (ou quadriturbo) mais incrementado ainda, ele gera 1200cv e segundo seus fabricantes pode alcançar 437,16 km/h .

Em sua versão para ser utilizada nas ruas o motor tem um bloqueio eletrônico que faz com que ele pare de acelerar a ínfimos 415 km/h. Seu design se diferencia do Veyron normal pelos faróis de LED,  por ter a parte inferior e as rodas de magnésio pintadas de laranja. 

E, por fim, o aerofólio traseiro que se ergue a 180 km/h, enquanto que, no Veyron normal, o mesmo se ergue a 220 km/h.

Porém, parece que o título ganho em 2010 mudou de dono. Com velocidade de 435,31 km/h o Hennessey Venom GT ultrapassou seu antecessor em uma pista de teste nos Estados Unidos. 


Mesmo com velocidade superior ainda não será agora que o recorde entrará para o Guinness Book, pois para a velocidade ser comprovada o teste deve ser realizado mais de uma vez e em sentidos opostos. 

Durante o teste o piloto teve de reduzir bruscamente porque a pista do Kennedy Space Center, na Florida, estava acabando. 

O superesportivo Venom GT, que possui 1.244 cavalos de potência e motor V8 de 7.0 litros, já é considerado o carro mais rápido do mundo no quesito aceleração de 0 a 300 km/h, em que leva apenas 13,18 segundos. 

O custo aproximado desta máquina está avaliado em US$1,2 milhão para cada uma das 29 unidades que serão produzidas.

...
Postagem Anterior
Próxima Postagem
Postagens Relacionadas

0 comentários:

Ocioso