terça-feira, 2 de julho de 2019

Misteriosa galáxia irá colidir com a Terra

Em 1963 um estudante de astrofísica chamado Gil Smith descobriu algo estranho ao olhar para fora de nossa galáxia. 

Através de suas pesquisas o futuro cientista descobriu uma gigantesca nuvem de poeira que se movia por 1.126.541 km de velocidade em direção a Via Láctea. 

O mais estranho é que esta nuvem possui gás suficiente para formar 2 milhões de estrelas do mesmo tamanho que o nosso próprio sol. Durante os próximos 40 anos a existência desta nuvem permanecia um mistério, até que após os anos 2000 o astrônomo Jay Lockman começou a observar a nuvem com a ajuda de um telescópio na Virgínia. 

Os estudos permitiram aos cientistas da NASA observar e calcular a trajetória de colisão da nuvem com nossa galáxia. Como eles observaram a colisão será forte, mas as consequências para a nossa galáxia será quase insignificante, porém não é possível ainda definir se haverá uma ameaça ao equilíbrio da nossa galáxia, e consequentemente, com a vida como conhecemos na Terra.

Mas não existe motivo para nos preocuparmos, pois as observações do Telescópio Espacial Hubble mostraram que a gigantesca nuvem irá colidir com a nossa galáxia somente daqui a 30 milhões de anos. 

...
Postagem Anterior
Próxima Postagem
Postagens Relacionadas

0 comentários:

Ocioso